Pessoas boas, que procuram viver uma vida de maneira honesta, sendo estupidamente assassinadas. É revoltante não é mesmo?


Quem é fiel na retidão encaminha para a vida e aquele que segue o mal encontra a morte. Prov. 11:19 

Nos dias atuais nós temos visto com uma freqüência absurda pessoas trabalhadoras e inocentes encontrando a morte. 

Pessoas boas, que procuram viver uma vida, aos olhos humanos, de maneira honesta, sendo estupidamente assassinadas.

É cada caso revoltante que vemos nos noticiários da TV não é mesmo?

Mas a morte que esse versículo nos mostra não é a física, até porque todos nós um dia, mais cedo ou mais tarde, passaremos por ela (sejamos bons ou maus) e bom seria que quando isso acontecesse, estivéssemos dormindo em nossa casa ou abraçado com quem a gente ama...Esse versículo fala da verdadeira morte, que é a morte espiritual.

Quando procuramos viver uma vida de retidão (que não tem nada a ver com ser perfeito, até porque ninguém é) buscamos a Deus, colocamos a nossa vida em Seu Altar, firmamos uma aliança e nos mantemos fiel a Ele (mesmo quando tudo à nossa volta queira nos afastar da Sua Presença) estamos encaminhando a nossa alma para a vida - a vida eterna.

Mas aquela pessoa que segue o mal e mesmo dentro de uma igreja vive uma vida de engano, é falsa, hipócrita, enganadora, infiel...encontra a morte - a morte eterna, que é muito pior e mais dolorosa do que a morte física. É a morte da alma.

Deus é infinitamente amoroso e a Sua bondade excede qualquer limite, mas Ele também é justo. Há quem esqueça disso e viva a vida de qualquer maneira, sem se importar com a sua salvação. Esquecem que ninguém "está salvo", mas "será salvo" se permanecer fiel até o fim. E esse fim pode ser a qualquer momento...

Cuidemos da nossa salvação.

Leia também