Deus conhece o nosso coração e sabe de todas as intenções que há nele

Quando fazemos a Deus um pedido ou até mesmo apresentamos no Altar uma oferta de sacrifício, Ele olha primeiramente para o nosso coração a fim de vê a intenção que há dentro de cada um de nós e assim como Ele vê a nossa sinceridade e por causa dela somos abençoados, Ele também vê o orgulho, a inveja, o desejo de se vangloriar, o ciúme...Ele vê os REAIS motivos que nos levam a fazer determinados pedidos. Motivos que talvez nem saibamos que estejam ali, escondidos no nosso coração, mas DEUS SABE. Não seria essa a razão para tantas orações e até mesmo sacrifícios não serem atendidos?

Deus conhece o nosso coração e sabe de todas as intenções que há nele, assim como Ele conhecia o coração de Lia e também o coração de Raquel e o que a motivava a querer dar filhos para Jacó.


Durante a madrugada estive orando e depois peguei a Bíblia para meditar um pouco na história de Jacó. Li a respeito do seu nascimento, da "proposta" que ele fez a Esaú em troca do direito de primogenitura, como ele enganou seu pai para receber a benção, sua fuga por causa da raiva do seu irmão, a visão que ele teve no deserto...

Fui meditando desde Gênesis 25 até chegar aos capítulos que falam das mulheres de Jacó, Lia e Raquel - e lendo o texto Deus me mostrou algo muito importante.

Lia havia sido dada em casamento a Jacó apenas por causa de uma tradição - ou talvez por pena, já que ela era a filha mais velha, não possuia tanta beleza física quanto Raquel e até então estava solteira.

Labão, seu pai, enganou Jacó e isso talvez tenha servido para aumentar ainda mais o seu desprezou por ela. Para piorar, sua rival era a própria irmã, que a odiava e vivia a humilhando.

Por causa da sua situação, certamente Lia se apegava cada vez mais a Deus e clamava por sua justiça e Ele prontamente a ouvia e a abençoava com filhos.

Deus sabia que filhos para Lia significaria glória para Ele e sabia também que apesar de toda injustiça e humilhação que sofria, ela mantinha o seu coração puro, além de nutrir a esperança de conquistar o amor de Jacó - mesmo sendo desprezada por ele.

Raquel por sua vez, apesar de ter tudo ao seu favor - pois era muito formosa e tinha o amor de Jacó - era uma mulher insegura e vivia competindo com Lia. Ela ficou desesperada e cheia de ciúmes e inveja ao ver que Lia dava filhos para Jacó e ela não.

Filhos para Raquel passou então a ser uma questão de orgulho, de "birra" e Deus sabia disso.

Continua...

#CanseiDeSerEuMesma
#EuQueroUmaNovaIdentidade

Curta e compartilhe nossa página no Facebook
facebook.com/versiculosparameditacao
Siga-nos no Twitter
twitter.com/meditenisso

Leia também